domingo, 10 de abril de 2011

China vende chaveiro com peixes e tartarugas

Dá para acreditar? Nos últimos dias virou moda na China vender tartarugas e peixes dentro de saquinhos plásticos minúsculos para serem usados como chaveiros. O pior é que, no país, não há nenhuma lei que proíba essa crueldade Planeta Sustentável 31/03/2011 Débora Spitzcovsky

Os defensores dos animais que moram na China estão de cabelos em pé - e com razão! Nos últimos dias, os vendedores ambulantes do país começaram a vender, nas estações de trem e metrô, um novo modelo de chaveiro um tanto quanto exótico e cruel: são saquinhos plásticos cheios de água colorida que vêm com uma tartaruga brasileira ou um par de peixinhos dentro. Segundo os vendedores, os chaveirinhos dão sorte e os animais sobrevivem dentro deles por meses, graças à água colorida. Mas é tudo mentira: presos em um ambiente minúsculo, sem oxigênio e com água parada e cheia de corante esses bichinhos não têm a menor chance de sobreviver, sem contar que uma crueldade dessas não pode trazer sorte para ninguém, certo? O problema é que muita gente sem informação - ou com falta de caráter, mesmo - está comprando os chaveiros. Logo, se há pessoas interessadas, os vendedores encomendam cada vez mais chaveirinhos e, consequentemente, mais bichinhos ficam expostos a essa crueldade. E o pior é que, na China, apenas os animais selvagens possuem lei de proteção animal. Os bichos domésticos, como a tartaruguinha brasileira e o peixe, não são protegidos pela legislação e podem ser maltratados. Um absurdo, não? Felizmente, as ONGs defensoras dos animais da China já estão se mobilizando para acabar com toda essa crueldade. Vamos torcer para que eles consigam! Aqui no Brasil, fique de olho em iniciativas semelhantes para denunciá-las! Nas feiras de rua, por exemplo, é comum vermos pessoas vendendo as tartaruguinhas brasileiras: isso é crime e os bichinhos que estão ali, expostos, normalmente são submetidos a muita crueldade. Portanto, não compre esses animais em lugares indevidos e aproveite para denunciar à polícia quem está fazendo isso. Os bichinhos agradecem!

0 comentários:

Fusos Horários